Amália Bittencourt

"There's more to things than just one thing"

“E nada aconteceu. Eu meio que sabia onde as coisas iam dar – foi quase, mas não deram. Não deu. Não dei. Valeu a tentativa, o empenho, o interesse. Eu não estava prestando muita atenção, mas posso sentir em algum lugar aqui dentro de mim que foi bonito. A gente ainda vai se falar por aí, essa não é a conversa final.”

—   Gabito Nunes. (via um-relicario-imenso)

(Fonte: ga-bi-to, via quemdissealice)

“Eu vou ficar bem. Tá ardendo um pouquinho agora, confesso. Vontade de jogar na sua cara tanta coisa. E dizer que suas promessas hoje me dão nojo. Que por querer te cuidar, eu me perdi de mim. Mas aprendi que tem gente que não vale a pena a gente se esforçar pra manter perto e querer bem, porque simplesmente não estão “na mesma sintonia”. E você vai sentir minha falta quando ouvir nossa música ou quando ler a carta imbecil que te mandei, acreditando no seu pra sempre. Vai arder em você, e esse ardor, não há remédio que ajude. É no coração.”

—   A menina e o violão.   (via cuidei)

(Fonte: a-menina-e-o-violao, via mylttleworld)

“A gente sonha a vida inteira e só acorda no fim.”

—   

Racionais Mc s

(via dia-dez)

(Fonte: o-teimoso, via mylttleworld)

“Bom mesmo é encontrar alguém diferente do resto, que sabe te ouvir, que te entende, que te faz sorrir, te faz se sentir especial e que acaba te surpreendendo ao ficar quando tu já se acostumou com o fato de que o resto todo sempre vai embora..”

—   Divindades. (via manuscrite)

(Fonte: divindades, via mylttleworld)

(Fonte: pleasingpics)

“Não se esconda atrás de um falso sorriso. Você tem o direito de não estar bem.”

—   Paulo coelho   (via enoitecer)

(Fonte: segredou, via quemdissealice)

“Eles se amam, porém não conseguem dar certo. Complexados e orgulhosos.”

—   Capacitadora   (via enoitecer)

(Fonte: capacitadora, via quemdissealice)

“Você sabe que é amor quando se passam três anos e você ainda sente um nó na garganta quando ouve aquela música…”

—   Matheus Ovando. (via enoitecer)

(Fonte: lettres-a-paris, via quemdissealice)